Marcelo Pimenta

Todo empreendedor é um pouco louco, com Rogério Enachev

No dia 9 de Julho, nós recebemos no Programa Mentalidade Protagonista, Rogério Enachev, empreendedor e youtuber do canal Louco por Viagens. Nesse episódio, ele nos contou sobre sua história como empreendedor e a paixão por viagens que o levou a ser hoje uma das principais autoridades na internet no ramo do turismo.

Eu nunca me imaginei empreendendo, gostava de música, era estudante de teologia e participava na igreja, mas eu empreendia mesmo sem saber.

Nós tínhamos uma banda musical e resolvemos gravar um disco, mas não tínhamos dinheiro e eu consegui arrumar o estúdio, a capa do disco, tudo de graça. Eu tinha uma veia empreendedora sem saber.

Sempre convivia com pessoas mais ricas, mas não tinha dinheiro, os meus amigos viajavam e eu ficava me perguntando se algum dia eu iria viajar de avião.

Estava fazendo meu curso de teologia e em um certo dia um amigo meu ganhou uma bolsa para evento Amsterdam 86 feito pelo Billy Graham que estava convidando vários teólogos ao redor do mundo para fazer uma comissão e esse meu amigo perguntou se eu queria ir. Eu aceitei na hora, era a chance de poder viajar e de graça, mas eu não tinha nenhuma experiência para ir nesse evento.

Todos os meus amigos que se inscreveram foram convidados e só eu não tinha recebido o convite, eu já tinha desistido da viagem.

Um belo domingo eu fui para a igreja… Nesse dia tínhamos quatro cultos e eu estava conduzindo a música. O que eu não sabia era que o pregador deste dia era o responsável por selecionar as pessoas para irem no evento. No final do último culto ele perguntou para o pastor quem era o garoto que estava conduzindo a música, durante os quatro cultos. O pastor explicou que era um jovem da igreja, estudante de teologia e que inclusive se inscreveu para Amsterdam 86. Uma semana depois eu recebi o convite, e fui fazer a minha primeira viajem no dia do meu aniversário, um grande presente para mim. Foi uma experiência inesquecível. 

Nesse período eu conheci o Saito, dono de uma agência de turismo que era uma das maiores empresas do Brasil que já existiu no ramo de turismo.

Entre 1986 e 1987, estava eu descendo as escadas da faculdade e um amigo comentou sobre a proposta de Saito de que se ele arrumasse 10 pessoas para uma viagem em Israel, ele iria de graça.

Eu abracei essa ideia e fui atrás de 10 amigos para conseguir a viagem, lutei muito e consegui 6 pessoas. Saito, que era dono da agência e sabia que eu queria muito ir, me propôs trabalhar dois meses para ele de graça em troca da viagem para Israel. Como era somente estudante eu aceitei. Ali ia nascendo o agente de viagem e o movimento empreendedor dentro de mim.

Em 1987 eu fui para Israel e me apaixonei tanto pelo lugar, que já fui mais de 100 vezes para lá. Em 1988, organizei um grupo de 48 pessoas para Israel. Comecei a trabalhar na Agaxtur, e outros horizontes foram se abrindo, comecei a ir para outros países.

Em 1989, eu resolvi me arriscar e tentar algo sozinho, trabalhando com freelancer, e em 1993 eu abri a Hometur. 

Como você aprendeu sobre Turismo?

Eu não fiz nenhum curso, aprendi no dia a dia e foi a melhor escola para mim. Sempre falo para os meus funcionários que o trabalho é uma troca, quando eu entrava em uma empresa eu queria absorver tudo. A estrada foi a minha melhor faculdade.

Como foi a sua percepção com a chegada da internet e o início do seu canal no Youtube?

Eu sempre gostei de tecnologia, quando eu olhei lá atrás, eu me perguntei onde poderia me encaixar nesse mundo da internet, e tudo foi se encaixando como em um quebra cabeça.

A ideia do canal começou a surgir, quando eu fui viajar com meus filhos pequenos no parque para São Lourenço-MG. Nós gostamos muito de um seriado chamado “A prova de tudo”, como lá tinha uma pequena floresta eu comecei a brincar com eles inspirado nesse seriado e ao mesmo tempo gravando tudo. Aquele registro ficou na minha cabeça. Logo depois, eu viajei com um amigo, estávamos em uma feira na Europa, e ele começou a gravar contando a história do lugar para mostrar a sua família.

Surgiu o Youtube e eu decidi gravar vídeos, mas em 2010 eu postei somente um vídeo, em 2011 um vídeo e em 2012 dois vídeos. Aquilo era somente um hobby pra mim.

Em 2014 eu fiz a minha primeira série com o apoio do ministério de Turismo de Israel.

Em 2015, lancei o Rota 50 15, eu com 50 anos e a Bruna Carvalho, atriz da SBT, com 15 anos, foi uma série sobre como duas gerações diferentes podem viajar e se divertir juntos.

No ano de 2017 eu comecei a postar mais vídeos e tornei isso a minha profissão.

Se eu não tivesse o canal do youtube eu não estaria aqui hoje. Passamos por uma crise, e eu acredito que foi uma grande oportunidade, porque comecei a me aprofundar nos vídeos.

Muitas pessoas me achavam louco por fazer aquilo, e que ninguém iria assistir aos vídeos. O empreendedor precisa aprender a lidar com críticas e ter um sonho para acreditar, mas também saber se está no caminho certo.

Eu me envergonho quando vejo os meus primeiros vídeos, mas o importante foi acreditar que aquilo iria dar certo. Hoje, o canal é um dos 5 maiores criadores de conteúdo de turismo no Brasil.

Você gostaria de empreender, de ter o teu próprio negócio e conseguir viver daquilo que você ama, daquilo que te faz bem?

Todos querem fazer aquilo que amam, mas para muitos, isso não passa de um sonho impossível. E isso não poderia estar mais distante da realidade. Para ilustrar isso, eu vou trazer mais um de vários casos de pessoas que com empenho e a mentalidade certa, conseguiram alcançar seus sonhos.

Conheça a história do garoto que achava que não poderia viajar como os amigos e se tornou um agente de viagem e dono de um canal sobre viagens com 738 mil inscritos.

Sim, estou falando do Rogério Enachev, empreendedor e YouTuber do canal Louco por Viagens.

Rogério Enachev é casado, tem 55 anos, formação em Teologia, é natural de São Paulo – SP, e aos 21 anos, realizou o sonho de viajar para o exterior – anos depois, com uma mentalidade protagonista e empreendedora, possui sua própria agência de viagens e já visitou mais de 40 países, se tornando uma das principais autoridades na internet no ramo do turismo através do seu canal no YouTube.

Descubra aqui um pouco da biografia de Rogério Enachev, e como a mentalidade protagonista dele permitiu que alcançasse sonhos e vivesse do que ama na economia da paixão – e como VOCÊ também pode se tornar um protagonista e ganhar dinheiro fazendo o que ama!

Continue lendo e entenda o que é um protagonista da economia da paixão e confira parte da entrevista que fiz com Rogério, e as lições que podemos aprender com esse cara sensacional! 

Vamos lá?

O que é um protagonista da economia da paixão?

A Economia da Paixão é o que chamo a quarta onda econômica mundial, da nossa era atual, acelerada pela pandemia do novo coronavírus, que, por uma combinação de vários fatores, proporcionou a chance de qualquer pessoa, independente de origem, classe social, condição econômica, possa criar um plano para viver a vida que deseja, incluindo a possibilidade de uma plena, próspera e longeva.

Essas mudanças que nosso mundo teve trazem oportunidades, e é preciso aproveitarmos o que temos à disposição para entendermos quem somos, o que amamos, qual o nosso propósito, e o que podemos fazer com o melhor de cada um de nós. 

Entenda melhor:

É possível ganhar dinheiro fazendo o que se ama

Nunca foi tão fácil ganhar dinheiro com o que se ama.

O mundo mudou, e o comportamento do consumidor mudou, dando espaço para mais formas de negócio, e a forma de negócio e os meios de produção também mudaram, gerando facilidades para empreender.

Há 50 anos, para abrir um negócio, você precisava de dinheiro para alugar um local, para estoque, para contratações, para máquinas e materiais de produção. 

Hoje, nessa nova era, você pode desenvolver um infoproduto, ter um canal no YouTube, livros digitais; coisas que não dependem de estoques, máquinas, equipamentos, e estão disponíveis para cada um de nós, por exemplo. E Rogério Enachev é um exemplo de como isso funciona. 

Mas para que isso dê certo, é preciso que você se torne um protagonista da economia da paixão – um protagonista da sua própria vida, com a mentalidade correta para o mundo que vivemos hoje.

Olhar para dentro de si e descobrir o que temos de melhor, reconhecer o que move a nossa vida, percebendo que é possível aproveitar essas descobertas para crescer e evoluir.

O protagonista da economia da paixão precisa ter alguns atributos, que podem ser desenvolvidos ou fortalecidos de uma forma ilimitada. São eles:

Para você entender melhor o que é a economia da paixão, confira esse post, e veja como o uso das ferramentas acima permite que você se torne um escultor de você mesmo,  transformando sua vida em arte e fazendo dessa arte uma vida mais feliz. E, aqui, não há nada de romântico, mas muito de real possibilidade.

Rogério Enachev é um dos exemplos desse protagonismo, e por isso trago um pouco de sua história: foi resiliente, soube se adaptar, e mesmo com as adversidades, em sua diferente forma de ver o mundo, ele conseguiu ter a criatividade para conseguir aproveitar e criar oportunidades.

E com as oportunidades que obteve, ele não parou – continuou a abrir mais caminhos, e com bons hábitos, constância, trabalho e paixão, conquistou hoje o lugar de um dos maiores produtores de conteúdo de turismo do Brasil. 

Confira um pouco de sua trajetória:

As lições que podemos aprender com Rogério Enachev

Eu tive uma entrevista com Rogério Enachev, no dia 9 de Julho de 2019. Neste bate papo, Rogério abriu um pouco de sua história, a história de um homem comum – que com o direcionamento e mentalidade corretos, conseguiu alcançar sonhos, viver seu propósito e ser feliz fazendo aquilo que ama, se tornando um nome gigante do turismo no YouTube. 

“Eu nunca me imaginei empreendendo, gostava de música, era estudante de teologia e participava na igreja, mas eu empreendia mesmo sem saber.

Nós tínhamos uma banda musical e resolvemos gravar um disco, mas não tínhamos dinheiro e eu consegui arrumar o estúdio, a capa do disco, tudo de graça. Eu tinha uma veia empreendedora sem saber.”

Rogério é um exemplo do que chamo de protagonista da economia da paixão – e você vai agora aprender através da história dele, como é possível mudar a sua vida e viver essa nova era.

 

O início de tudo

Assim como muitos, a história de Rogério começou com um desejo:

“Sempre convivia com pessoas mais ricas, mas não tinha dinheiro, os meus amigos viajavam e eu ficava me perguntando se algum dia eu iria viajar de avião.”

“Eu via meus amigos viajarem, eu frequentava uma igreja de pessoas da elite, na época, e eu era muito simples. Estava sempre frequentando lugares com pessoas ricas, e eu não tinha dinheiro. 

Ia no aeroporto, dava tchau para os meus amigos, todos pegando voos, e eu me perguntava: 

Será que um dia eu vou pegar um avião?”

Aquilo era como um sonho. 

Rogério Enachev seguiu sua vida, e foi fazer seu curso de formação, Teologia, enquanto trabalhava em um estúdio de gravação como técnico de som.

Até que um certo dia, seu amigo, que também trabalhava no mesmo estúdio de gravação, ganhou uma bolsa para conhecer Amsterdã, num evento que se chamava “Amsterdã 86”, realizado por ninguém menos que Billy Graham, um dos maiores pregadores americanos que já existiu.

“Meu amigo perguntou se eu queria ir, e minha resposta foi ‘lógico que quero, nunca saí do Brasil, não tenho dinheiro para atravessar a rua aqui e pegar um ônibus’. 

Então, meu amigo me inscreveu, mas eu não tinha o mínimo perfil para ir nesse negócio, não tinha experiência ainda.”

“Todos os meus amigos que se inscreveram foram convidados e só eu não tinha recebido o convite, eu já tinha desistido da viagem.”

E aí, algo aconteceu:

“Um belo domingo eu fui para a igreja… Nesse dia tínhamos quatro cultos e eu estava conduzindo a música. O que eu não sabia era que o pregador deste dia era o responsável por selecionar as pessoas para irem no evento. 

No final do último culto ele perguntou para o pastor quem era o garoto que estava conduzindo a música, durante os quatro cultos. O pastor explicou que era um jovem da igreja, estudante de teologia e que inclusive se inscreveu para Amsterdam 86. 

Uma semana depois eu recebi o convite, e fui fazer a minha primeira viagem no dia do meu aniversário, um grande presente para mim. Foi uma experiência inesquecível.

A jornada começa

Nesse período, após a viagem para Amsterdã, Rogério conheceu Saito, dono de uma agência de turismo que era uma das maiores empresas do Brasil que já existiu no ramo de turismo.

“Entre 1986 e 1987, estava eu descendo as escadas da faculdade e um amigo comentou sobre a proposta de Saito de que se ele arrumasse 10 pessoas para uma viagem em Israel, ele iria de graça.

Eu abracei essa ideia e fui atrás de 10 amigos para conseguir a viagem, lutei muito e consegui 6 pessoas.”

“Saito, que era dono da agência e sabia que eu queria muito ir, me propôs trabalhar dois meses para ele de graça em troca da viagem para Israel. Como era somente estudante, eu aceitei.
Ali ia nascendo o agente de viagem e o movimento empreendedor dentro de mim.”

“Em 1987 eu fui para Israel e me apaixonei tanto pelo lugar, que já fui mais de 100 vezes para lá. Em 1988, organizei um grupo de 48 pessoas para Israel. Comecei a trabalhar na Agaxtur, e outros horizontes foram se abrindo, comecei a ir para outros países.

Em 1989, eu resolvi me arriscar e tentar algo sozinho, trabalhando com freelancer, e em 1993 eu abri a Hometur. “

Como você aprendeu sobre Turismo?

Rogério Enachev: Eu não fiz nenhum curso, aprendi no dia a dia e foi a melhor escola para mim. Sempre falo para os meus funcionários que o trabalho é uma troca, quando eu entrava em uma empresa eu queria absorver tudo. A estrada foi a minha melhor faculdade.

Como foi a sua percepção com a chegada da internet e o início do seu canal no Youtube?

Rogério Enachev: Eu sempre gostei de tecnologia, quando eu olhei lá atrás, eu me perguntei onde poderia me encaixar nesse mundo da internet, e tudo foi se encaixando como em um quebra cabeça.

A ideia do canal começou a surgir, quando eu fui viajar com meus filhos pequenos no parque para São Lourenço-MG. 

Nós gostamos muito de um seriado chamado “A prova de tudo”, como lá tinha uma pequena floresta eu comecei a brincar com eles inspirado nesse seriado e ao mesmo tempo gravando tudo. Aquele registro ficou na minha cabeça. 

Logo depois, eu viajei com um amigo, estávamos em uma feira na Europa, e ele começou a gravar contando a história do lugar para mostrar a sua família.

Surgiu o Youtube e eu decidi gravar vídeos, mas em 2010 eu postei somente um vídeo, em 2011 um vídeo e em 2012 dois vídeos. Aquilo era somente um hobby pra mim.

Em 2014 eu fiz a minha primeira série com o apoio do ministério de Turismo de Israel.

Em 2015, lancei o Rota 50 15, eu com 50 anos e a Bruna Carvalho, atriz da SBT, com 15 anos, foi uma série sobre como duas gerações diferentes podem viajar e se divertir juntos.

No ano de 2017 eu comecei a postar mais vídeos e tornei isso a minha profissão.

Se eu não tivesse o canal do youtube eu não estaria aqui hoje. Passamos por uma crise, e eu acredito que foi uma grande oportunidade, porque comecei a me aprofundar nos vídeos.

Muitas pessoas me achavam louco por fazer aquilo, e que ninguém iria assistir aos vídeos. 

O empreendedor precisa aprender a lidar com críticas e ter um sonho para acreditar, mas também saber se está no caminho certo.

Eu me envergonho quando vejo os meus primeiros vídeos, mas o importante foi acreditar que aquilo iria dar certo. Hoje, o canal é um dos 5 maiores criadores de conteúdo de turismo no Brasil.

*O encontro inteiro é exclusivo para os Protagonistas. Faça parte você também desse grupo seleto de empreendedores que estão alavancando seus negócios com foco, meta e muito trabalho. Confira na íntegra clicando aqui:

Encontro26- 2019 - Rogério Enachev

 

E como VOCÊ pode alcançar seus sonhos e se tornar um protagonista?

O mundo mudou, e nessa mudança, existem inúmeras oportunidades, como nunca vimos antes.

Mas para conseguir aproveitar essas oportunidades, é preciso estar preparado. 

Você pode começar a entender esse cenário e enxergar essas oportunidades dando uma olhada no meu canal do YouTube e nos posts:

Além disso, eu reuni meu conhecimento de 25 anos de atuação ajudando empresas e pessoas a inovarem e entregarem valor para seus clientes em um livro que é um verdadeiro guia para você que deseja mudar de vida, encontrar o seu propósito e ganhar dinheiro com isso.

É o “Economia da Paixão: Como ganhar dinheiro e viver mais e melhor fazendo o que ama”, que você pode adquirir clicando aqui.

Para atingir o sucesso, é preciso continuar sempre em movimento. Lembre-se que a “sorte” é o encontro do preparo com a oportunidade – então crie a sua, começando AGORA!

Que tal receber mais conteúdo como este direto na sua caixa de entrada? Assine a Newsletter!

Postado por Marcelo Pimenta

Artigos Relacionados :

Clique para falar agora com nossa equipe

Clique para falar agora com nossa equipe